Programa de eficiência energética nos semáforos garante economia

Município consegue economizar R$ 500 mil por ano

A Prefeitura de Joinville concluiu oficialmente a substituição de todas as lâmpadas incandescentes dos semáforos por tecnologia LED, dentro do Programa de Eficiência Energética que está proporcionando uma economia superior a R$ 500 mil por ano.

Os resultados foram apresentados nesta sexta-feira pelo Departamento de Trânsito de Joinville (Detrans), órgão vinculado à Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública, durante curso e treinamento ministrados pelo engenheiro Luiz Carlos Diniz, representante da empresa Tecnia Engenharia, responsável pela medição e verificação do projeto de eficiência energética.

O projeto de Joinville foi iniciado em agosto do ano passado com prazo de execução em um ano. Passados dez meses o trabalho foi concluído com a instalação de conjuntos de 5 mil lâmpadas LED em 161 semáforos, num investimento de R$ 2,5 milhões. Segundo o Detrans, o gasto médio com a energia elétrica dos semáforos em Joinville chegava a R$ 80 mil por mês e será reduzido a 10%, ou seja, R$ 8 mil por mês.

Os números apresentados durante o curso são amplamente vantajosos para a cidade. Por ano serão economizados 1.102,51 megawatts/hora por ano, que representa a economia, também por ano, de R$ 500 mil. Esse percentual de economia estimado é de 90% no consumo de energia.

O projeto foi possível por intermédio de convênio firmado entre o Detrans, as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), dentro do Programa de Eficiência Energética (PEE). 

Detalhes do projeto

- Cruzamentos semafóricos em Joinville: 161;
- Lâmpadas comuns substituídas por tecnologia LED: cinco mil; 
- Recursos para viabilização do programa pela Celesc/Aneel: R$ 2.512.884,13;
- Recursos economizados pelo Detrans: superior a R$ 500 mil/ano;
- Percentual de economia estimado após a substituição das lâmpadas comuns por tecnologia LED: 90%;

Lâmpadas LED

LED (light emitting diode, ou diodo emissor de luz) – é um semicondutor que emite luz quando percorrido por uma corrente elétrica.

A cor da luz emitida pode ser branca, branco comercial, amarela ou qualquer cor do espectro de cores. Em termos de capacidade e qualidade de iluminação, as luzes de LED são similares às incandescentes, porém utilizam dez vezes menos energia para isso. Com a sua utilização, a economia na conta pode chegar a 90%.

As lâmpadas de LED também se destacam por sua durabilidade. Sua vida útil média é de 40.000 horas. Isso significa que uma lâmpada LED pode ficar mais de quatro anos e meio acesa de forma ininterrupta.